Free Theme for Plone
Personal tools
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Alunas da disciplina Estágio Supervisionado ganham prêmio na Jornada pela Biblioteca

Alunas da disciplina Estágio Supervisionado ganham prêmio na Jornada pela Biblioteca

Projeto concorreu com 17 participantes e conquistou o 1º lugar; A ONG Um Pé de Biblioteca foi a idealizadora da Jornada

 

 

 

Sete alunas, do 8º período do curso de Biblioteconomia, foram premiadas na Jornada pela Biblioteca, realizada em Belo Horizonte. De iniciativa da Ong Um Pé de Biblioteca, o edital da Jornada tem o propósito de implantar bibliotecas em regiões carentes e periféricas, para que incentive as crianças a ler.

 

O projeto idealizado e desenvolvido pelas alunas Ana Andréia da Silva, Ângela Maria Barboza Freitas, Ângela Maria Leone, Elza Helena Magalhães Silva, Gracielle Aparecida da Silva, Jussara Venâncio Amâncio da Cruz e Maria Creusa Soares  foi executado no Movimento Familiar Cristão, em Belo Horizonte. Desde setembro o grupo desenvolve o projeto de estágio supervisionado no local. A coordenação da disciplina é da professora titular da Escola de Ciência da Informação, Lígia Maria Moreira Dumont.

 

Elza Helena Magalhães Silva apresentando o projeto à comissão julgadora

 

A premiação aconteceu no dia 24/10 e o júri foi composto por Antônio Afonso, Bernardo Sabino (filho do escritor Fernando Sabino), Eduardo Machado e Lucas. Dentre a premiação pelo 1º lugar na Jornada, O Movimento Familiar Cristão recebeu um baú com estantes, prateleiras de parede, papéis de parede, puffs, tatame, placa inaugural personalizada, calendário para registro de atividades, curso de capacitação, acompanhamento e orientação da Ong Meu Pé de Biblioteca e participação da Rede de Bibliotecas no Brasil, desenvolvida pela organização não-governamental.       

 

A responsável pela supervisão do estágio e bibliotecária voluntária no Movimento, Solange Macedo,  ressalta que a disciplina de Estágio Supervisionado é muito importante para a formação do aluno, já que tem a oportunidade de aliar teoria à prática. "Acredito que o Estágio faz o fechamento da formação acadêmico-profissional do futuro bibliotecário. No caso especial desse Estágio, as alunas tiveram uma experiência única em criar, desenvolver e propor atividades de implantação de uma biblioteca, pensando todas as áreas que envolvem um projeto de abertura e funcionamento de uma biblioteca".

Além de receber a premiação pela conquista do 1º lugar, o Movimento também recebeu a doação de uma videoteca com as obras do escritor Fernando Sabino.   

 

Ser Bibliotecário

Para Solange Macedo, bibliotecária, responsável pelo estágio das alunas ganhadoras do prêmio e doutoranda na Escola de Ciência da Informação, a "conquista foi motivo de muita alegria, pois,  mostramos às pessoas o que é  o trabalho de um bibliotecário. E também, a confirmação de que estamos no caminho certo em relação a criação dessa biblioteca."

A doutoranda também salienta a  importância do compromisso social firmado com  sociedade. "No meu caso em especial, criar essa biblioteca é o início da realização de um sonho.  Isto significa devolver à sociedade aquilo que aprendi às custas dela mesma. É o retorno daquilo que aprendi e aprendo na Universidade."

 
This is Schools Diazo Plone Theme